Com um surto de dengue que já causou pelo menos 151 óbitos no Brasil somente em 2024, uma pesquisa revelou que 87% dos brasileiros têm interesse em receber a vacina contra a doença. Apenas 11% afirmaram não ter intenção de se imunizar.

De acordo com o levantamento conduzido pelo Instituto de Pesquisa em Reputação e Imagem (IPRI), anteriormente conhecido como Instituto FSB, constatou-se que 61% da população teme à contração da dengue, sendo que 41% descrevem esse medo como “muito grande” e 20% como “grande”.

A pesquisa revela que a principal barreira entre os brasileiros e a vacinação reside mais na questão financeira do que em uma resistência ideológica promovida por movimentos antivacina, que tiveram um impacto significativo durante o auge da pandemia de Covid-19 no Brasil, embora seu grupo fosse relativamente pequeno, sua influência tenha sido considerável.

Apenas 19% dos entrevistados afirmaram estar dispostos a pagar pela vacina. Enquanto isso, 79% declararam que não pagariam, o que evidencia a forte dependência da população brasileira das campanhas de vacinação conduzidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

PERNAMBUCO registra alta de 113,4% nos casos de DENGUE e investiga seis MORTES, divulga SDS

Pernambuco registrou, até o dia 10 de fevereiro deste ano, 1.208 casos de pessoas com sintomas prováveis de dengue, representando um aumento de mais de 113,4% em comparação com o mesmo período de 2023. Dos casos relatados, 146 foram confirmados, com quatro casos graves da doença identificados.

De acordo com o relatório, o Estado está investigando seis mortes associadas a arboviroses, incluindo o caso de uma menina de 10 anos residente em Petrolina, no Sertão. Ela faleceu em 6 de fevereiro com suspeita de dengue e não tinha outras condições de saúde pré-existentes.

Pela quinta semana seguida, Pernambuco tem apresentado números acima da linha superior do diagrama de controle, o qual analisa a incidência da doença nos últimos 10 anos, excluindo os anos epidêmicos.