Encontro

No Recife, Governadores vão eleger novo presidente do CONSÓRCIO NORDESTE, na quarta (13)

Atualmente, quem chefia o grupo é o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), na função desde dezembro de 2022.

Governadores do Nordeste, no Recife.
Governadores (da esquerda para a direita): Carlos Brandão, Elmano de Freitas, Paulo Dantas, João Azevêdo, Raquel Lyra, Jerônimo Rodrigues, Fábio Mitidieri e Rafael Fonteles. Foto: Reprodução/Rede Social

Assembleia Geral dos Governadores e Governadoras do Nordeste, em Recife, elegerá novo presidente do Consórcio Nordeste e apresentará relatório sobre seca na região.

A capital pernambucana foi a cidade escolhida para a realização da Assembleia Geral dos Governadores e Governadoras do Nordeste, a ser realizada na próxima quarta-feira (13), a partir das 9h, no Instituto Ricardo Brennand. Nela, serão discutidos e demandados assuntos importantes para a região Nordeste.

Participarão os nove governadores e governadoras da região, dentre outras autoridades.

Entre as pautas de destaque da Assembleia Geral, está a escolha do novo presidente do CNE. Atualmente, quem chefia o Consórcio é o governador da Paraíba, João Azevedo, na função desde dezembro de 2022.

Será apresentado ainda um relatório sobre a seca na região Nordeste com o diagnóstico de o fenômeno deve impactar os nove estados. Outros assuntos ainda serão discutidos ao longo da reunião.

No mesmo dia e local, será realizada ainda a reunião do Conselho Deliberativo da Sudene (Condel), que também trará na pauta assuntos importantes para o Nordeste.

O Consórcio

O Consórcio foi criado em 2019 para ser o instrumento jurídico, político e econômico de integração dos nove Estados da região Nordeste do Brasil, um território de desenvolvimento sustentável e solidário neste momento de grandes desafios.

O Consórcio é uma iniciativa que pretende atrair investimentos e alavancar projetos de forma integrada, constituindo-se, ao mesmo tempo, como uma ferramenta de gestão criada e à disposição dos seus entes consorciados, e como um articulador de pactos de governança.

Dentre as possibilidades abertas com a criação do Consórcio, estão a realização de compras conjuntas, a implementação integrada de políticas públicas e a busca por cooperação, também em nível internacional.

Da redação do Portal com informações do Consórcio Nordeste.