Um novo relatório da revista Emerging Infectious Diseases, publicada pelo Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), revelou que uma variante rara do vírus da gripe, conhecido como Influenza, demonstrou resistência ao antiviral oseltamivir em duas pessoas nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade:

📲Entre em nosso grupo do Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular.

Os pesquisadores identificaram a variante conhecida como “dupla mutante” em 15 países ao redor do mundo, abrangendo cinco continentes.

A prevalência dessa variante nas amostras coletadas entre maio de 2023 e fevereiro de 2024 foi de apenas 1%.

📲Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular.

Os pesquisadores ressaltaram que esses números podem não refletir com precisão a extensão real da circulação da variante devido às diferenças nas estratégias de vigilância e sequenciamento genético adotadas por cada país.

Estudos laboratoriais indicaram, entretanto, que a variante reduziu significativamente a eficácia do oseltamivir em pelo menos 16 vezes.

Apesar disso, o nível de ameaça ainda é considerado baixo neste momento.

Continua após a publicidade:

O CDC recomenda monitoramento contínuo para detectar possíveis vantagens contra o vírus, enquanto outros antivirais utilizados no tratamento da gripe permaneceram eficazes.