Continua após a publicidade:

O ex-milionário Collin McLeod teve sua fortuna furtada depois de passar cinco meses preso no Canadá.- ele havia ganhado US$ 1 milhão na loteria Lotto Max Maxmillion.

A o sair da prisão, no entanto, ele tinha apenas US$ 97 no saldo de sua conta bancária, segundo o jornal “La Nacion”.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Collin se deu conta que todas criptomoedas, posses e objetos de valor haviam sumido. Durante a sua estadia na prisão, o canadense teve um trailer, relógios valiosos, equipamentos Harley-Davidson, utensílios de cozinha de alta qualidade, roupas íntimas e até as cinzas de seu pai levadas.

A fortuna foi adquirida por meio de um bilhete premiado que ele comprou na loteria.

Apesar de os culpados não terem sido descobertos, os veículos do ex-milionário estavam no nome de amigos, que também tinham a senha da carteira virtual de suas criptomoedas.

Continua após a publicidade:

McLeod recorreu às autoridades, mas não se descobriu o que aconteceu com seus bens.

De volta para um humilde apartamento de sua família em Smithville, na região do Niágara, o canadense culpa as autoridades por não terem feito o suficiente para resolver recuperar os seus bens.

Motivo de prisão do agora ex-milionário

Collin foi preso por posse de drogas. Inicialmente, ele havia sido detido por dirigir com a carteira suspensa.

Com um mandado judicial, as autoridades revistaram o apartamento do ex-milionário e encontraram um cofre com várias substâncias entorpecentes, como 46 gramas da droga MDMA.

Continua após a publicidade:

Ele admitiu ser dono de um pequeno saco de cocaína encontrado sobre uma mesa, porém negou ser dono de outras drogas que apareceram durante a busca.

Estadão Conteúdo