Para atender a um pleito antigo dos servidores militares, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração (SAD), definiu o cronograma e o formato de extinção das faixas de soldo da Polícia Militar de Pernambuco e do Corpo de Bombeiros Militar.

A reestruturação na remuneração e na carreira dos militares do Estado terá início no mês de junho deste ano, sendo concluída plenamente em junho de 2026.

A primeira fase ocorrerá, na proposta do Executivo, em junho deste ano, com a extinção da faixa “A”. Um projeto de lei será enviado pela governadora Raquel Lyra para a Assembleia Legislativa, que apreciará a proposta.

Para a secretária de Administração, Ana Maraíza, “o fim das faixas vai devolver a esses profissionais o princípio da hierarquia, ponto fundamental para o trabalho dos que fazem a segurança em nosso Estado”, pontuou.

A titular da pasta completou ressaltando que essa nova configuração da carreira militar propiciará aos seus integrantes uma maior mobilidade em termos de progressão.

Aguardada desde 2017 pelos militares do Estado, o fim das faixas de soldo será materializado progressivamente, sendo extinta inicialmente a faixa “A”, em junho de 2024; a faixa “B”, em junho de 2025 e, finalmente, em junho de 2026, as demais faixas, inclusive possibilitando reajustes salariais variados.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco