CARNAVAL: O mistério e a folia dos Papangus de Bezerros agitam o Agreste pernambucano

 No século XIX, escravos alforriados se fantasiavam, celebrando batuques improvisados e compartilhando o angu, prato africano que deu origem ao nome Papangu, significando "come Angu".

Foto: Paloma Amorim

O Papangu, mascarado e irreverente, remonta a procissões antigas para afugentar maus espíritos. Nos anos 90, o estilo estilizado surgiu com concursos para mascarados, evoluindo para várias versões e máscaras que animam e fortalecem a cultura de Bezerros hoje.

Foto: Paloma Amorim

Esse ano, a abertura oficial, no sábado , 10 de fevereiro, às 16h, trará apresentações culturais, Banda Centenária Cônego Alexandre Cavalcanti e shows imperdíveis de Márcio Dukha e Priscila Senna.

Foto: Paloma Amorim