Em vídeo publicado em suas redes sociais, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Áureo Cisneiros, condenou e lamentou o atentado cometido por criminosos que se dizem torcedores do Sport ao ônibus do Fortaleza, na última quinta-feira, 21 de fevereiro, logo depois da partida entre as equipes pela Copa do Norteste.

Nos arredores da Arena Pernambuco, o ônibus do Fortaleza foi covardemente atacado por um grupo de torcedores do Sport (pseudos torcedores) que arremessaram rojões, pedras e bombas caseiras.

Os objetos arremessados, causaram explosões, estilhaçaram vidros e deixaram vários jogadores feridos.

O ato criminoso resultou em seis jogadores do tricolor do Ceará feridos e levados a um hospital no Recife, em mais um episódio de violência envolvendo torcidas organizadas em Pernambuco.

Há pouco mais de um mês, no dia 20 de janeiro, integrantes das organizadas do Sport e Santa Cruz, no primeiro clássico do ano, entraram em confronto na rodovia PE-15, em Paulista, no Grande Recife.

O episódio resultou em um Policial Miliar e dois torcedores baleados e na subistituição, feita pela governadora Raquel Lyra, do comandante da Polícia Militar de Pernambuco e da chefia da Polícia Civil.

Da redação do Portal de Prefeitura com informações do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco.