Um dia depois do Debate do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, o primeiro transmitido ao vivo por uma emissora em Pernambuco nessas eleições, o candidato Maurício Rands teve que detalhar as informações sobre as propostas estruturadoras que apresentou, como a duplicação da BR-232 em direção a Petrolina, a partir de São Caetano, e a construção de uma ferrovia, ligando Goiânia a Suape. Para o candidato da coligação O Pernambuco que você quer, “São propostas que estão dentro de um novo modelo de gestão, com mais criatividade e melhor uso dos recursos do Estado”, disse ele.  

Maurício Rands passou esta quarta-feira (dia 26) concedendo entrevistas para rádios de diferentes regiões do Estado, tratando de pontos do programa de governo da coligação. As perguntas buscaram informações sobre as duas novas propostas da campanha eleitoral. “O plano é estruturador para o desenvolvimento do Estado de Pernambuco, capaz de interiorizar o desenvolvimento e também ajudar na solução de problemas de mobilidade no Grande Recife”, argumentou Maurício Rands.

A ideia da ferrovia unindo Goiânia ao Porto de Suape também está no campo das propostas estruturadoras e capaz de resolver alguns problemas do Grande Recife. A nova ferrovia iria aproximar as empresas automotiva, vidreira, fármaco-químicas e cervejeiras com o Porto de Suape. A ferrovia seria usada para o transporte de cargas e também para o passageiros, o que pode ajudar na mobilidade dos cidadãos no Grande Recife. As pessoas poderiam viajar de Goiânia para o Recife, para Jaboatão dos Guararapes ou para o Cabo de Santo Agostinho ao preço de uma passagem de trem, mais econômica do que as de ônibus. Outra vantagem na proposta que Maurício Rands detalhou: a nova ferrovia seria construída no leito de antigas ferrovias abandonadas. “Isso simplifica o trajeto e reduz o custo das desapropriações”, disse Maurício Rands.

O candidato ao governo de Pernambuco argumenta que os recursos para estes importantes investimentos virão a partir de financiamento de bancos internacionais, que vão receber alguns ativos do Estado em garantia. “O Estado possui cerca de R$ 3 bilhões em patrimônio e, alguns desses bens, podem servir para gerar mais crescimento”. Ao perguntarem quais ativos o candidato se refere, Rands disse que Pernambuco possui 51% de participação na Copergás, uma empresa de gás. “O valor é mais do que suficiente para iniciarmos as obras”, disse.

A agenda desta quarta-feira foi rica em entrevistas a rádios e emissora de TV. Logo às 6h, foi entrevistado pela Maranata, em Jaboatão dos Guararapes. Também conversou com as rádios de Ipojuca, de São José do Egito, de Garanhuns e de Nazaré da Mata. À noite, foi o entrevistado do Jornal da Clube, na TV Clube.