De acordo com o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), a decisão de encerrar a greve de professores das universidades federais, em vigor desde abril, foi tomada nas assembleias da base nos estados que foram realizadas entre os dias 17 e 21 de junho.

Continua após a publicidade:

A categoria aceitou a proposta de reajuste e reestruturação de carreira apresentada aos professores na última rodada de negociações com o Ministério da Educação e o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O acordo com o governo deve ser assinado na quarta-feira, 26. Já as paralisações deverão ser completamente encerradas até o próximo dia 3 de julho.

Até a última sexta-feira, 21, professores de pelo menos 25 universidades federais já tinham decidido pelo fim do movimento. E até este domingo, 55 universidades ainda enfrentavam greves.

Agência Brasil