O Hospital da Restauração (HR) Gov. Paulo Guerra registrou, durante o feriado de São João, 24 atendimentos a pessoas que se queimaram com fogos de artifício e/ou fogueira.

Continua após a publicidade:

O número se manteve estável, em relação ao ano passado, quando 25 pacientes deram entrada no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da instituição.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O número de internamentos também permaneceu semelhante.

Dos 24 pacientes que deram entrada no HR, 15 precisaram ficar internados – dos quais 8 são adultos e 7 crianças.

Outras nove pessoas (4 crianças e 5 adultos) receberam atendimento e, como não tiveram ferimentos graves, foram encaminhadas para o ambulatório do hospital e deverão retornar para fazer curativos e passar por nova avaliação.

De acordo com o médico e coordenador do Centro de Tratamento de Queimados do HR, Marcos Barretto, todos os eventos que levaram os pacientes para o hospital são evitáveis.

Continua após a publicidade:

HISTÓRICO – Entre os dias 23 e 25/06, do ano passado, 25 pacientes deram entrada no setor de queimados, dos quais 14 ficaram internados. Nas festas de Santo Antônio, São João e São Pedro, 47 pessoas procuraram atendimento e 19 ficaram internadas.

O número de casos é 7% maior que em 2022, e o número de internações cresceu 5% em relação ao ano anterior, quando 44 pessoas buscaram atendimento e 18 precisaram de internação.

SERVIÇO – O Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital da Restauração é referência no atendimento e tratamento de queimaduras, com demanda espontânea. Acolhe, diariamente, entre 8 e 10 pacientes, de várias causas. Localizada no segundo andar do hospital, a estrutura conta com 40 leitos divididos em três enfermarias (pediátrica, feminina e masculina).

As equipes multiprofissionais são compostas por enfermeiras (os), técnicas (os) de enfermagem, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, nutricionistas e médicas (os) de especialidades como Clínica Geral, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica e Pediatria. Em alguns casos, de acordo com a extensão das lesões, outros especialistas assistem o paciente, como ortopedistas e vasculares.

Continua após a publicidade: