No sábado, 22 de junho, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) anunciou a demissão do preparador físico Diego Falcão, que fazia parte da comissão técnica da seleção feminina de basquete do Brasil, por se posicionar contra o aborto.

Continua após a publicidade:

Pouco tempo após a notícia se espalhar, o agora ex-preparador físico da seleção, ganhou mais de 60 mil seguidores no Instagram em 1 hora.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Os seguidores que também são contra a morte de crianças no ventre de suas mães, quando souberam da decisão, passaram a seguir o treinador em apoio.

Entre os apoiadores está o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG), que se manifestou sobre o caso em suas redes sociais e tem publicado ativamente sobre o tema do aborto.

Falcão publicou no Instagram seu posicionamento após repercussão:

“Quero agradecer de coração a todos que me enviaram mensagens positivas, ligaram e manifestaram publicamente seu apoio. No início, foi muito difícil assimilar tudo, mas o apoio de vocês me EMOCIONOU profundamente. Em breve, vou falar com vocês, como sempre fiz na minha vida, me posicionar com clareza e transparência. Obrigado por estarem ao meu lado nesse momento. Não brinquem com as coisas de DEUS!”.

Demissão

A decisão foi tomada após Falcão fazer publicações contrárias ao aborto, que repercutiram nas redes sociais.

Continua após a publicidade:

Clarissa dos Santos e Damiris Dantas, duas das principais jogadoras da equipe, expressaram publicamente sua discordância em relação ao treinador em suas redes sociais, levando o caso à atenção da CBB. Outras atletas também foram consultadas antes da decisão final ser tomada.

Falcão integrava a comissão técnica desde 2019, período em que o técnico José Neto também passou a fazer parte. Ambos já haviam colaborado juntos na seleção masculina de basquete do Brasil, no Flamengo, no Japão e em Angola.

José Neto ainda não se manifestou sobre o desligamento de Falcão e continua à frente da seleção feminina.