Continua após a publicidade:

No início de Junho, o grupo Carrefour e a rede Supernosso anunciaram a decisão de fechar cerca de 15 lojas em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O comunicado gerou protestos dos funcionários desligados, que irão sofrer também com a perda de seguro de vida, participação nos lucros, além do convênio médico.

Continua após a publicidade:

📲 Entre em nosso canal de transmissão no TELEGRAM e fique por dentro das últimas notícias sobre POLÍTICA, FUTEBOL, CONCURSOS e RELIGIÃO, em um só lugar

Entre 2019 e 2021, as lojas Carrefour foram transformadas em Supernosso, a partir de uma parceria entre a multinacional e a rede de supermercados mineira. Porém, ano passado, a empresa francesa decidiu rescindir o contrato com os proprietários dos imóveis e devolver as lojas.

O fechamento das lojas vai impactar diretamente a economia local.

Continua após a publicidade:

Diante da repercussão, o Carrefour emitiu uma nota oficial. Segundo a empresa, as negociações para a transferência das lojas, se concentraram para tentar manter os postos de trabalho através de uma parceria com o novo gestor dos estabelecimentos, visando uma mudança mais leve e que não prejudique tanto os empregados.

A rede Supernosso planeja expandir sua presença na região, com o lançamento de novas lojas ainda este ano. A resposta da rede sugere um esforço para minimizar o impacto para os consumidores.