Ana Paula Valadão compartilhou em seu Instagram um relato sobre a experiência de uma mãe que, após duas horas do falecimento de sua bebê, conseguiu segurá-la viva em seus braços pela primeira vez após entoar um hino de louvor.

Continua após a publicidade:

No seu relato, a mãe descreveu o momento de dor ao receber a notícia da morte de sua filha Luna, que veio ao mundo prematuramente com 32 semanas de gestação, devido a um descolamento de placenta sofrido por Dieisy.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Após ser informada sobre o trágico acontecimento, ela tomou Luna em seus braços. A pequena Luna media apenas 29 centímetros e pesava 1,180kg, apresentando-se roxa, inchada e fria, conforme relatado por Dieisy.

Logo depois, Dieisy orou, pedindo a Deus que acolhesse sua filha com amor e cuidado. Enquanto a bebê estava em seu colo, Dieisy cantou “Aos olhos do Pai”, uma canção de Ana Paula Valadão.

Ela ressaltou que, mesmo não sendo uma canção comumente ligada a momentos de súplica, sua performance teria uma unção especial e marcante e expressou sua gratidão:

Continua após a publicidade:

Após isso, Dieisy relatou que sentiu sua filha começar a se mover:

Contudo, Dieisy Leticia percebeu que sua filha realmente havia retornado.

Continua após a publicidade:

Ela conta que após o milagre, a médica veio e disse que não tinha como entender o que havia acontecido. E Dieisy disse: “Milagre não se explica”.

Confira o relato: