Continua após a publicidade:

A jovem Jaclyn Pelecot sofreu um acidente de trânsito grave em 2018, no auge dos seus 20 anos, quando uma carreta de grande porte atingiu o veículo em que ela viajava com o namorado, nos Estados Unidos.

O acidente pegou em cheio a garota que estava no lado do passageiro, levando-a para UTI, com traumatismo cranioencefálico e sem expectativas de sobrevivência por parte dos médicos.

Continua após a publicidade:

Seus pais chegaram no hospital e receberam a notícia.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

“[Não dá] para processar. Porque acabei de ver minha filha há 3 horas em casa, como podemos estar aqui no hospital com ela lutando por sua vida”, disse o pai, à CBN News.

Jaclyn foi submetida à cirurgia que teve duas partes de seu crânio removidas, para que assim diminuísse a pressão em seu cérebro.

Continua após a publicidade:

Os médicos informaram que as chances de vida da jovem eram poucas, e ela não seria mais a mesma devido as sequelas cerebrais: “Nos disseram que ela ficaria em estado vegetativo pelo resto da vida”, lembrou sua mãe.

Apesar do prognóstico negativo, seus pais mantiveram a fé e passaram a pedir por um milagre a Deus.

“Eu continuei orando: ‘Deus, apenas mantenha ela conosco’”, disse a mãe, que três dias depois recebeu uma palavra em oração: “Deus me disse que Jaclyn se recuperaria e ela traria milhares de pessoas a Ele através de seu testemunho”.

Preenchidos com a esperança em Deus, a família da vítima se manteve crendo na sua recuperação, e pedindo intercessão de cristãos amigos.

A jovem, que estava em coma induzido, foi retirada da condição, mas não teve nenhum sinal cognitivo, sequer físico.

Continua após a publicidade:

“Ela estava numa cadeira de rodas, não falava, não conseguia manter a cabeça erguida, não conseguia mexer as pernas. Tivemos que controlar o medo e colocar isso na fé”, disseram os pais.

Durante um ano, Jaclyn permaneceu na reabilitação e assim que apresentou melhoras, recebeu alta e foi para a casa, porém ainda sem andar e falar. Dois meses depois, o cenário mudou.

Continua após a publicidade:

Atualmente, Jaclyn está completamente recuperada e tem uma rotina normal. Segundo ela, sua fé em Jesus a fortaleceu nos momentos difíceis.

“Minha fé é ainda mais forte do que era, porque sei o que Deus pode fazer por mim e pelos outros. Milagres acontecem. Deus é o mesmo, nunca mudou e nunca mudará”, testemunhou.