Um homem reagiu a um assalto em um ônibus no Centro do Recife, na noite da quinta-feira, 4 julho, ferindo o suspeito. Este incidente é mais um exemplo da rotina de medo enfrentada por trabalhadores e usuários do sistema de transporte público.

Nos primeiros cinco meses de 2024, a região do Grande Recife registrou 190 assaltos a ônibus, segundo dados da Secretaria Estadual de Defesa Social (SDS).

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Continua após a publicidade:

A média mensal de assaltos a ônibus chegou a 38, o que significa mais de um por dia. Do total, 105 ocorreram no Recife e 85 na Região Metropolitana. A SDS não registrou ocorrências desse tipo nas demais regiões do Estado durante o mesmo período.

Violência em ônibus

O assalto desta quinta (4), aconteceu na mesma área de um crime de grande repercussão que ocorreu em 30 de abril, quando o universitário Gean Carlo Lopes Júnior, de 20 anos, foi assassinado com uma facada no peito durante um assalto a um ônibus BRT na Avenida Guararapes, no Centro do Recife.

Em maio, um assalto a um ônibus BRT da linha Camaragibe/Conde da Boa Vista terminou com o criminoso morto e seu comparsa, que pulou do veículo em movimento, ferido e detido. Outros três rapazes envolvidos no crime também foram presos pela polícia.

Na mesma semana, um policial militar da reserva, de 53 anos, reagiu a uma tentativa de assalto em um ônibus na Zona Oeste do Recife, em Sítio dos Pintos, atirando no suspeito de 37 anos. O episódio ocorreu em um coletivo que fazia a linha TI Camaragibe/TI Macaxeira, próximo à Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).