Folia

CARNAVAL 2024: Galo da Madrugada é erguido no centro do Recife

Agremiações de frevo e caboclinhos presenciaram a subida da escultura que este ano traz uma mensagem de não-violência.

Com festa, Galo da Madrudaga é erguido na Ponte Duarte Coelho nesta quarta (7)
Galo da Madrugada 2024. Foto: Edson Holanda/Prefeitura do Recife.

Um dos maiores símbolos do Carnaval do Recife, a escultura gigante do Galo da Madrugada ficou de pé na noite deste 7 de fevereiro de 2024, na Ponte Duarte Coelho. É a primeira vez que o Galo sobe tão cedo – em uma quarta-feira antes do Carnaval.

O prefeito do Recife, João Campos, conferiu tudo de perto, ao lado de secretários municipais e do artista plástico Leopoldo Nóbrega, responsável pela obra Galo Gigante da Paz. Orquestras, passistas, Tribo de Caboclinhos e até uma balsa sobre as águas do Capibaribe, embalada pelo maestro Forró, fizeram a festa e testemunharam o galináceo erguendo-se.

Galo Gigante da Paz 

A alegoria é assinada pelo artista plástico, designer e consultor pernambucano Leopoldo Nóbrega com produção executiva de Germana Xavier.

Sustentabilidade, reverência aos povos originários e cocriação da alegoria também são pontos basilares do processo, que convida o brincante a fazer do Carnaval um momento de reflexão, quando a folia também pode ceder espaço para o combate a todos os tipos de violência e preconceito.

Pesando oito toneladas e com 28 metros de altura, a escultura ratifica seu compromisso com a preservação do meio ambiente e a inovação de procedimentos artísticos para a promoção da sustentabilidade, por meio da adoção do upcycling.

Este ano, mais de 90% do material que veste a estrutura é fruto de descarte de materiais e reaproveitamento de resíduos tecnológicos, como dois mil metros de lonas de materiais publicitários, além de 10 mil CDs e DVDs, frutos de doação. 

O corpo encantado do galo, por sua vez, ganha um body branco em uma releitura de renascença cenográfica realizada manualmente em conduítes e inspirada na produção de Pesqueira. Na altura do coração do Gigante, uma réplica de sombrinha de frevo. As asas do galináceo mais amado da folia trazem ‘tatuagens’ do símbolo pela paz.

Sobre os ‘ombros’, a indumentária de sua majestade irá reverenciar os povos indígenas e seus raros mantos tupinambás, vestimentas feitas em Arte Plumária, cujo exemplar mais famoso foi subtraído e levado para a Dinamarca desde o século XVII e será devolvido ao Brasil em 2024. Serão empregadas 1000 ‘penas’ feitas das lonas plásticas de 1,10 m X 40 cm na técnica Arte Plumária Upcycle. 

Central do Carnaval 

O prefeito do Recife João Campos também esteve na Central do Carnaval na noite desta quarta, primeira noite de funcionamento do equipamento. Todo o espaço já está a postos, oferecendo uma série de serviços importantes para o folião, como restaurantes, caixa eletrônico, farmácia, comércio em geral, entre outros. 

A Central do Carnaval é um equipamento da Prefeitura do Recife, coordenado pela Secretaria de Turismo e Lazer. Área, essa, que conta com as centrais Gastronômica, de Serviços e Economia Criativa. Com serviços essenciais oferecidos ao cidadão, o espaço vai funcionar no período de 7 a 13 de fevereiro, na Rua do Observatório, no entorno da Praça do Arsenal, sempre das 16h às 2h.

A Arena Gastronômica, montada pela Prefeitura do Recife em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (ABRASEL-PE), vai contar com 14 operações com menus variados, incluindo sushi, salgados, pizzas, sorvetes e cafés. Os estabelecimentos que vão marcar presença na arena serão Big Sur, Crepitxo, Espetinho da Ceça, Hakata, Rei das Coxinhas, My Burger, República dos Pasteis, Plim Pizzas, Turma Do Ragú, Casa da Macaxeira, Waynes, Degusta, Mamibigi e Popcorn Doce Infância. Além desses serviços, também serão disponibilizadas uma central de informações ao folião e outra de Direitos Humanos, assim como fraldário, com atendimento gratuito. 

Na Central de Serviço, o folião vai encontrar à disposição serviços de farmácias, caixa eletrônico 24h, lojas de customização, espaço Recentro, Procon Recife, a grife do Carnaval e muito mais. Também haverá espaço de achados e perdidos, assistência à saúde, espaço beleza, entre outros.

Uma das novidades é a ampliação da Arena da Economia Criativa, que funcionará com 35 operações comerciais. O espaço irá reunir os artesãos, além de outros serviços. A Secretaria Executiva da Política de Drogas e a Secretaria de Política Urbana e Licenciamento também estarão acomodadas neste ambiente.