Camaragibe promete uma disputa muito acirrada, para as eleições municipais deste ano.

Com um cenário político difícil e cheio de indecisões, fruto de desgaste da atual gestão da prefeita Dra.Nadegi, consequentemente colocando o seu pré-candidato Diego Cabral numa situação bastante difícil e complicada para as eleições deste ano.

Do outro lado, segue a pré-candidato Jorge Alexandre, que enfrentou muitos problemas na justiça e na câmara de vereadores com a rejeição de suas contas, o que gerou um desgaste muito grande com a população.

Na última eleição municipal, em 2020, Jorge não conseguiu a vitória nas eleições de Camaragibe, ficando em segundo lugar, com apenas 17,75% dos votos.

Vale ressaltar que esta tentativa foi menor do que a de 2016, registrando um índice com queda de mais de 50% nas urnas.

Além disso, segue tentando se viabilizar o ex-vice prefeito Bosco Silva, atualmente sem partido, outro que rompeu politicamente com a prefeita Nadegi. Bosco vem construindo diálogo com forças políticas do município, para reforçar sua candidatura.

Devido aos imbróglios políticos ocorridos em Camaragibe, Paulo André surge como uma alternativa de voto aos eleitores da cidade.