No sábado, 8 de junho, um técnico em enfermagem foi afastado do trabalho após denúncias de ter estrupado um menino de 11 anos dentro do hospital infantil municipal do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil como estupro de vunerável. O menino teve uma crise asmática e precisou de atendimento médico. A família levou ele para o Hospital Infantil Doutor Adailton Corte de Alencar, no Centro da cidade.

Continua após a publicidade:

Na delegacia, as testemunhas reveleram que a criança foi deixada com o técnico, em uma sala para fazer procedimentos de saturação de oxigênio. Enquanto, a mãe estava na recepção aguardando para pegar os exames de raio-x.

Segundo a Polícia Civil, a criança saiu da sala chorando e disse à mãe que o técnico do hospital havia tocado em suas partes íntimas.

O homem foi levado para a Delegacia do Cabo de Santo Agostinho, onde foi autuado por estupro de vulnerável. Um inquérito policial foi iniciado pela corporação para esclarecer o caso.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados, em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

E ainda segundo a prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, caso as denúncias seja confirmadas, será iniciado um inquérito administrativo.

Continua após a publicidade: