Continua após a publicidade:

Nesta quinta-feira, 20 de junho, a polícia indiciou um técnico de enfermagem que trabalhava no Hospital Reluzir, em Camaragibe, onde um vigilante foi filmado estuprando uma paciente sedada.

O funcionário foi indiciado, por omissão de socorro, porque estava de plantão enquanto o segurança entrava na sala onde a vítima dormia para estupra-lá.

Continua após a publicidade:

📲 Entre em nosso grupo do Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O inquérito sobre o caso foi concluído no início desta semana, sete meses depois do crime, ocorrido na madrugada de 17 de novembro de 2023.

Continua após a publicidade:

Entenda o caso

Uma mulher de 30 anos foi vítima de abuso sexual em uma clínica especializada em saúde mental e dependências localizada em Aldeia, no município de Camaragibe, no Grande Recife.

O crime foi cometido por um segurança do próprio local, onde a bacharel em direito estava internada há quatro dias para um tratamento contra dependência de drogas e depressão.

O homem se aproxima do local onde a mulher estava deitada e passa a mão em seu corpo. Uma câmera registrou o momento em que o crime aconteceu.

Continua após a publicidade:

O crime aconteceu em novembro de 2023, mas somente nesta semana a investigação da Polícia Civil foi concluída.

O autor do crime foi indiciado por estupro de vulnerável, mas está foragido. Um técnico em enfermagem também foi indiciado por omissão de socorro, já que ele teria visto o abuso e não interveio.

Continua após a publicidade: