O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) concedeu liberdade provisória, dispensando o pagamento de fiança, a um homem detido em flagrante após tentativa de assalto à equipe de segurança da vice-governadora de Pernambuco, Priscila Krause (Cidadania). O incidente ocorreu em 11 de maio, no Recife, sendo registrado por câmeras de segurança.

O indivíduo, cujo nome não foi divulgado, tentou assaltar uma viatura sem identificação, que dava suporte à equipe de segurança da vice-governadora, no bairro do Parnamirim, na Zona Norte do Recife. A audiência de custódia ocorreu em 12 de maio.

O juiz Aldemir Alves de Lima, na sua decisão, alegou a ausência de elementos nos autos que indicassem que o homem representava risco à ordem pública se solto.

Apesar de estar em liberdade durante o processo, o suspeito deve comparecer a todos os procedimentos judiciais e não pode se ausentar da comarca ou mudar de endereço sem comunicar previamente à Justiça.

Priscila Krause não estava presente no momento do ocorrido. O veículo, que não é diretamente utilizado por ela, é empregado para garantir sua segurança.

Segundo informações preliminares, a equipe da Casa Militar de Pernambuco, responsável pela segurança pessoal da vice-governadora, estava aguardando-a durante uma visita à residência de seu pai, o ex-governador Gustavo Krause, quando foram surpreendidos pelo indivíduo.

Os agentes reagiram, ferindo o assaltante na perna e na mão. Mesmo tentando fugir, ele foi capturado e detido em flagrante.

O suspeito, que possui histórico criminal anterior, foi hospitalizado no Hospital Getúlio Vargas e permanece sob custódia.

Um revólver calibre 32, contendo seis balas, sendo duas deflagradas e quatro intactas, foi apreendido. O caso foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde o suspeito prestou depoimento.