Um tiroteio interrompeu a comemoração dos torcedores do Kansas City Chiefs nesta quarta-feira, dia 14 de fevereiro, em Kansas City, no estado do Missouri, nos Estados Unidos.

A equipe venceu o Super Bowl diante do San Francisco 49ers no último domingo por 25 a 22.

Ainda não há confirmação sobre o número de feridos. Há vítimas que precisaram ser hospitalizadas.

Continua após a publicidade:

A polícia pede que os torcedores deixem o local onde acontecia a comemoração. Suspeitos foram detidos.

A parada com os jogadores do time aconteceu, com início às 14h (horário de Brasília). Segundo o Departamento de Polícia de Kansas City, a rota que a equipe fez estava com o trânsito fechado desde às 11h de terça-feira.

Além dos agentes locais, outros 34 policiais de forças estaduais e federais davam apoio ao esquema de segurança, que envolvia acompanhar a equipe na rota da parada e na festa principal, com um palco montado na Union Station.

O local fica no centro da cidade e é histórico por ter sido como centro ferroviário. Com 109 anos, o prédio hoje abriga um museu.

Pelo menos duas pessoas armadas foram detidas como suspeitas pela ação. Os tiros começaram a ser disparados por volta das 17h (horário de Brasília), três horas após o começo da parada.

Continua após a publicidade:

Algumas pessoas buscaram abrigo dentro da Union Station, que foi isolada para garantir a segurança dos torcedores. A polícia liberou a saída minutos depois.

Havia dezenas de milhares de pessoas na comemoração. Ainda segundo o Departamento de Polícia de Kansas City, os tiros foram disparados próximo do estacionamento do local.

Mesmo com a detenção de dois suspeitos, a recomendação é evitar o local. A polícia espera ouvir testemunhas que viram a ação e ainda fará um pronunciamento oficial à imprensa.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram os momentos de tensão durante o tiroteio. Uma das imagens flagrou um torcedor derrubando quem seria um dos suspeitos detidos.

Segundo a Agence France-Presse (AFP), pelo menos um dos atiradores estava vestido com uniforme vermelho semelhante ao do Kansas City Chiefs. Até o momento, nenhuma morte em decorrência dos disparos foi confirmada.

Continua após a publicidade:

Estadão Conteúdo