A polícia prendeu um padre e seu namorado no município de Don Benito, em Badajoz, na Espanha, por venda ilegal de Viagra e outras substâncias do tipo.

De acordo com o jornal português Correio da Manhã, o padre usava a casa paroquial para vender os estilmulantes sexuais. Ainda como informado pelo jornal, a relação dos dois homens não era segredo entre os fiés que frequentavam a igreja.

A Guarda Civil italiana já vinha investigando o padre a alguns meses e realizou buscas na casa do religioso. No local, a polícia encontrou uma grande quantidade de Viagra, resultando na prisão dos dois.

O padre e o homem foram acusados de tráfico de substâncias “nocivas para a saúde, fora do circuito legal”. Os investigadores ainda disseram acreditar que o padre achava que não seria suspeito por sua posição de liderança na paróquia, deixando rastros do crime.

De acordo com o jornal espanhol Hoy, o padre ficou em liberdade provisória com obrigação de comparecer em juízo todo dia 1 e 15 de cada mês. Já seu namorado teve prisão provisória decretada, sem fiança.

Diocese de Plasencia, que abriga as paróquias de Don Benito, expressou pesar pela detenção do sacerdote, destacando a tristeza, o sofrimento e o escândalo que tais eventos acarretam. Além disso, afirmou que aguarda esclarecimentos sobre os fatos ocorridos.