Um juiz de Nova York advertiu o ex-presidente americano Donald Trump que ele será preso se continuar violando uma ordem de silêncio em um dos casos judiciais que enfrenta, após condená-lo por desacato à corte.

Trump foi condenado por desacato ao tribunal nesta terça-feira, 30 de abril, e multado em US$ 9.000 por violar repetidamente uma ordem de silêncio que o impedia de fazer declarações públicas sobre testemunhas, jurados e outras pessoas ligadas ao caso de suborno

A decisão do juiz Juan M. Merchan foi uma repreensão contundente para o ex-presidente republicano, que havia insistido que estava exercendo seu direito de liberdade de expressão.

A decisão foi tomada no início da segunda semana de depoimentos no caso. Os promotores de Manhattan afirmam que Trump e seus associados participaram de um esquema ilegal para influenciar a campanha presidencial de 2016, ocultando histórias negativas.

Ele se declarou inocente. Trump foi acompanhado no tribunal por seu filho Eric, a primeira vez que um membro da família compareceu ao seu julgamento criminal. Fonte: Associated Press.

Estadão Conteúdo