A condenação de três torcedores do Valencia por atos racistas contra Vini Jr., por oito meses, divulgada por LaLiga nesta segunda-feira, foi celebrada pela atacante do Real Madrid. O brasileiro usou suas redes sociais para revelar que foi muitas vezes induzido a desistir de sua luta contra a discriminação, mas garantiu que jamais desistirá e espera por novas punições.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Tirando o Santiago Bernabéu, em Madri, Vini Jr. virou alvo da revolta e ignorância de torcedores por todos os estádios da Espanha. Alguns clubes defenderam o atacante e compraram briga contra seus torcedores racistas, identificando-os, punindo-os, e os entregando às autoridades. Em alguns locais, porém, optaram por jogar a culpa em Vini Jr., como em Valência.

Continua após a publicidade:

A declaração do Vini Jr

Essa punição de LaLiga mostra que o clube está errado e tem dificuldades em assumir seus erros, dizendo que o brasileiro é quem causa as ofensas por “ser provocativo” nas comemorações de gols.

O brasileiro, contudo, espera que outros tantos mais sejam também condenados e que essa primeira condenação sirva de lição para que as coisas mudem na Espanha. Mesmo em Madri, onde joga, o camisa 7 é vítima e sempre perseguido pelos torcedores do rival Atlético.

Estadão Conteúdo.

Continua após a publicidade: