Continua após a publicidade:

Faltando menos de um mês para o início da Olimpíada de Paris-2024, o Rio Sena continua apresentando níveis elevados de poluição. O famoso ponto turístico da capital francesa, que vai receber as provas de águas abertas e parte do triatlo, é a principal preocupação da organização dos Jogos Olímpicos.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Esportes no seu celular

Continua após a publicidade:

Nesta sexta-feira, a prefeitura de Paris revelou o resultado dos testes realizados no rio na semana passada. Os dados mostram níveis de contaminação pela bactéria Escherichia coli (E. Coli) acima dos limites estabelecidos pelas federações esportivas, que é de 900 unidades de colônia de bactéria por 100 mililitros. Desde o início das medições para as Olimpíadas de Paris, o nível de poluição nunca ficou abaixo do limite. Amostras colhidas no dia 18 de junho apresentaram contaminação 10 vezes acima do limite estabelecido.

De acordo com a prefeitura, as chuvas acima do esperado vêm atrapalhando a descontaminação do rio, que receberá também a cerimônia de abertura da Olimpíada, no dia 26 de julho. A chuva acaba se infiltrando no sistema de esgotos, levando bactérias fecais para as águas do Sena. Além disso, a alta precipitação nas últimas semanas enchem os rios que deságuam no Sena, caso do Yonne.

Um reservatório com capacidade para 50 mil metros cúbicos foi inaugurado em maio deste ano para armazenar o excesso de água da chuva, como parte dos esforços da organização da Olimpíada para reduzir a poluição do rio. O sistema foi utilizado pela primeira vez nos dias 18 e 19 deste mês, evitando que 40 mil metros cúbicos de águas residuais escoassem para o Sena.

Continua após a publicidade:

Apesar dos contínuos níveis elevados de contaminação, os organizadores permanecem otimistas. “Na segunda quinzena de julho, as coisas deverão se acalmar”, disse Tony Estanguet, chefe do Comitê Organizador dos Jogos de Paris-2024.

Marc Guillaume, prefeito da região de Paris responsável pelo Sena, sugeriu que o tempo melhoraria nas próximas semanas. “Em algum momento, teremos clima de verão. É quando o plano entrará em vigor”, afirmou, na quarta-feira.

Estadão Conteúdo.