O Comitê Olímpico do Brasil (COB) pediu um convite à World Rowing, a federação internacional de remo, para os brasileiros Piedro Xavier Tuchtenhagen e Evaldo Mathias Becker poderem competir na Olimpíada de Paris-2024, no próximo mês. A dupla deixou de disputar o pré-olímpico da modalidade, última chance para conquistar a vaga olímpica, para ajudar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Esportes no seu celular

Piedro, do Grêmio Náutico União (GNU), e Evaldo, do Flamengo, se tornaram famosos no mês passado quando decidiram abrir mão do torneio classificatório, marcado para os dias 19, 20 e 21 de maio, em Lucerna, na Suíça. Os dois brasileiros competem juntos na categoria double skif peso leve. As informações foram divulgadas inicialmente pelo portal UOL e confirmadas pelo Estadão.

O “gesto” a que se refere o mandatário do COB é a decisão da dupla de não viajar para a disputa do Pré-Olímpico para seguirem no Rio Grande do Sul, onde a família de Evaldo ficou desabrigada.

O atleta afirmou que o certo a ser feito era postergar o sonho olímpico e ajudar os desabrigados.

Continua após a publicidade:

Até o momento, o Brasil conta com apenas dois atletas do remo classificados para a Olimpíada de Paris. Beatriz Tavares e Lucas Verthein estão garantidos no single skiff.

Estadão Conteúdo.