Continua após a publicidade:

No início da semana, a notícia que a vice-presidente do Náutico, Tatiana Roma, iria renunciar por desavenças com o presidente Bruno Becker ganhou força. Porém, nesta quinta-feira, 27 de junho, o cenário mudou, e a dirigente alvirrubra recuou na sua decisão e desistiu da renúncia.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Esportes no seu celular

Continua após a publicidade:

A informação foi inicialmente divulgada pelo jornalista Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, e segundo ele, Tatiana Roma teria preparado o pedido de renúncia, mas Bruno Becker a convenceu a ficar.

Motivos para a renúncia

A sua possível saída se deve ao momento complicado que a equipe enfrenta, além de divergências com o presidente Bruno Becker. A informação inicialmente divulgada pelo insider Hathos Rildo, garante que enquanto a vice-presidente defende mudanças, Bruno Becker não pretende mexer na estrutura da gestão.

Instabilidade nos gramados

O Náutico atravessa uma fase complicada na Série C. Na última partida, o time empatou com a Aparecidense, aumentando o jejum de vitórias para um mês. A última vez que a equipe pernambucana venceu uma partida, foi no dia 25 de maio.

Continua após a publicidade:

Na ocasião, Mazola Júnior ainda era treinador do Náutico, que conduziu a equipe a vitória por 4 a 1, sobre o Remo. Desde então foram duas derrotas, para o São José e Floresta, e dois empates, para o Caxias e Aparecidense.

Nesse período, o clube alvirrubro sofreu sete gols em apenas quatro jogos. Com o resultado, a equipe pernambucana, somou apenas mais um ponto na tabela. Agora, o clube alvirrubro ocupa a 14° posição com apenas nove pontos.