O Ministro do Esporte, André Fufuca, pediu nesta quinta-feira, 9 de maio, a paralisação do futebol brasileiro por causa da situação calamitosa do Sul. Em entrevista à ESPN, Fufuca declarou que vai defender a ideia de que a CBF suspenda temporariamente todas as atividades do futebol o mais rápido possível.

No início da semana, a Conederação Brasileira de Futebol adiou apenas os jogos dos times gaúchos. No total, foram 42 confrontos entre a primeira e quarta divisão do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Brasileiro Feminino, Série A, B e C. Além dos jogos profissionais, a CBF também adiou confrontos válidos pela competição Nacional Sub-20.

Os times do Rio Grande do Sul ficaram impossibilitados de treinar por causa da tragédia climática que assola o estado. O Beira Rio e a Arena do Grêmio, por exemplo, foram tomados pelas águas da enchente que atingiu a capital gaúcha. Os clubes sulistas voltariam a jogar é dia 27 de maio, mas a previsão de fortes chuvas nos próximos dias compromete o retorno dos clubes.