Confiança

Dorival Júnior em sua primeira convocação: 'Não tenho dúvida de que o Brasil voltará a uma final de Copa'

Segundo o técnico, a seleção brasileira estará presente na final da próxima Copa do Mundo, algo que não acontece desde 2002.

Dorival Júnior
Dorival Júnior, atual comandante da seleção brasileira. Foto: Staff Images / CBF.

“Confiem” e “acreditem” foram duas das palavras mais repetidas por Dorival Júnior na entrevista que sucedeu a sua primeira convocação da seleção brasileira.

A confiança do treinador em seu trabalho é tão grande que ele afirmou que o Brasil reconquistará em pouco tempo o prestígio perdido, será protagonista novamente e, para ele, estará presente na final da próxima Copa do Mundo, algo que não acontece desde 2002, ano do último título mundial conquistado, o penta no Japão e na Coreia do Sul.

É apenas a sexta colocada, com sete pontos em seis jogos.

Os 26 atletas escolhidos por Dorival vão representar a seleção brasileira nos amistosos contra Inglaterra e Espanha, nos dias 23 e 26 de março, respectivamente. Depois haverá dois compromissos antes da estreia na Copa América.

O Brasil vai encarar o México, em jogo marcado para 8 de junho, e os Estados Unidos, no dia 12, o último teste antes do torneio continental.

O tempo é curto para que a seleção brasileira volte a ser respeitada. Mas o período exíguo de preparação não pode ser usado como desculpa, de acordo com o técnico.

Os 26 convocados, com algumas novidades importantes, como Murilo, zagueiro do Palmeiras, e Rafael e Pablo Maia, dupla do São Paulo, antigo clube do técnico, e o retorno do meio-campista Lucas Paquetá, fazem parte de uma lista que ele considerada equilibrada. São atletas capazes de formar o encaixe tático que ele deseja.

Para Dorival, os bons resultados serão fundamentais para reaproximar a seleção do torcedor.

As vitórias virão com uma geração que ele considera talentosa, mesclando jovens e atletas experientes, alguns deles que disputaram o último Mundial no Catar.

Dorival fez seu primeiro chamado de 26 jogadores depois de passar mais de duas semanas na Europa, onde assistiu a nove partidas, visitou sete treinamentos e observou mais de 20 jogadores.

A maioria dos convocados se apresenta no dia 18 deste mês, em Londres, na Inglaterra. A seleção vai treinar no centro de treinamento do Arsenal.

Estadão Conteúdo