A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) deu um importante passo para promover a inclusão de crianças e adolescentes autistas no futebol. Firmando uma parceria com a torcida Autistas da Ilha e a clínica Nuno Desenvolvimento, responsável pelo projeto “Inclusão é Vida”. Inicialmente, a FPF vai fornecer equipamentos para as instituições que trabalham com esse público.

A cerimônia aconteceu nesta quinta-feira 2 de maio, na sede da FPF. Ela contou com a presença do presidente da Federação, Evandro Carvalho. Além do representante da torcida Autistas da Ilha, Dr. Diogo Gomes, e da diretora da clínica Nuno, Profa. Cinthia Cardoso.

Como primeiro passo do projeto, a FPF doou um conjunto de equipamentos, incluindo abafadores, protetores auriculares e outros itens que auxiliarão na participação das crianças e adolescentes autistas em eventos esportivos.

A Federação também se comprometeu a estudar a viabilização de espaços nos estádios e a melhoria da acessibilidade para pessoas com autismo. O objetivo é criar um ambiente acolhedor e seguro para que todos possam acompanhar as partidas de futebol com conforto e segurança.