Dorival Júnior tem pelo menos duas missões importantes na Copa América, que se inicia no próximo mês, nos Estados Unidos. Uma delas, claro, é buscar o título da competição, que o Brasil deixou escapar no Maracanã em 2021 ao perder para a Argentina na final, em meio à pandemia de covid-19. A outra é formatar um time capaz de se classificar sem sobressaltos e voltar a vencer uma Copa do Mundo.

Atualmente em sexto lugar na classificação das Eliminatórias para o Mundial de 2026, o Brasil retomará a disputa após a Copa América. E Dorival sabe que a competição nos Estados Unidos, quando poderá ficar mais de um mês reunido com o grupo de jogadores, será o melhor momento para implantar de vez sua ideia de jogo e formatar uma equipe.

Apesar disso, o treinador sabe que a competição nos EUA não poderá servir apenas para consolidar uma seleção brasileira.

Estadão Conteúdo.