O presidente do Santa Cruz, Bruno Rodrigues, segue procurando formas de captar recursos financeiros, mesmo sem um calendário de jogos. Um dos meios encontrados pelo clube, em parceria com a CBF e a Federação Pernambucana de Futebol, foi a reversão da renda do amistoso da seleção brasileira realizado na Arena de Pernambuco.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Esportes no seu celular

No programa esportivo da Rádio Clube, o presidente do tricolor pernambucano falou sobre a ação promovida pelas entidades. Bruno afirmou que ‘por questão de justiça’, toda a renda do amistoso contra a seleção jamaicana deveria ser do clube.

Continua após a publicidade:

No primeiro dia do mês de junho, a Seleção Feminina do Brasil disputou um amistoso contra a seleção da Jamaica. O jogo realizado na Arena de Pernambuco contou com 33.272 torcedores, e estabeleceu um novo recorde de público no Nordeste. Ao todo, o clube receberá R$60 mil. O valor corresponde ao aluguel do Arruda mais a taxa de 5% que a FPF recebe da renda bruta do amistoso contra a Jamaica.

Ademais, o presidente da Federação, Evandro Carvalho, explicou que a entidade já transferiu R$ 19 mil, correspondente ao valor do aluguel. Mesmo sem um valor divulgado pela Federação Pernambucana, o esperado é que mais R$ 41.050,75 caia nos cofres do Santinha.