Eleições

Túlio Gadêlha diz que MARINA vem ao RECIFE lançar sua pré-candidatura a prefeito

O fato é que a Rede e o PSOL formam uma federação, o que impede duas candidaturas, visto que Dani Portela já foi anunciada como pré-candidata.

Tulio Gadelha marina silva
A ministra Marina Silva e o deputado federal Túlio Gadelha. Foto: Reprodução/Instagram

O deputado federal Túlio Gadelha (Rede) afirmou durante embarque do seu antigo partido [PDT] no governo Raquel Lyra, nessa quinta-feira, 8 de fevereiro, que sua correligionária, a ministra Marina Silva, vem ao Recife em março para apresentar sua pré-candidatura a prefeito da cidade.

O fato é que a Rede e o PSOL formam uma federação, impedindo assim que ambos tenham candidato, visto que a deputada estadual Dani Portela já foi anunciada em dezembro do ano passado como a pré-candidata do PSOL.

Túlio se vê numa encruzilhada, porque precisaria ou convencer o PSOL a retirar o nome de Dani Portela da disputa ou mudar de partido. A segunda hipótese, de acordo com o próprio presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz, poderia fazê-lo perder o mandato.

Isso porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autoriza a desfiliação sem a perda de mandato apenas em caso de desvio do programa partidário, discriminação política pessoal e mudança na chamada janela partidária.

Segundo o jornal Folha de São Paulo não é por falta de interesse dos pedetistas o retorno do parlamentar com vistas às eleições municipais de outubro. Túlio Gadêlha deixou o PDT em dezembro de 2021. Entre outras divergências com o partido, o parlamentar foi contrário ao apoio da legenda à candidatura de João Campos, do PSB, à prefeitura de Recife em 2020.