Os líderes de Rússia e China se reuniram nesta quarta-feira, 18 de outubro, em Pequim, e Xi Jinping apresentou para Vladimir Putin sua visão para uma nova ordem mundial.

No encontro, Putin saudou a principal iniciativa de política externa do líder xhinês que como objetivo “formar um mundo mais justo e multipolar”.

Leia também:
>>>PUTIN fala sobre guerra em ISRAEL e diz que conflito é fracasso dos EUA e desrespeito à ONU

Continua após a publicidade:

Em sua reunião pela manhã, Xi Jinping e Vladimir Putin discutiram comércio e o aniversário de 10 anos da iniciativa Cinturão e Rota, que tem construído rodovias, portos e usinas de energia, pela Ásia, no Oriente Médio e em outros locais.

A política deixou muitos países com grandes dívidas com bancos chineses, e a tentativa de impulsionar mais a estratégia ocorre no momento em que a economia da própria China desacelera de modo considerável, devido a excesso de investimentos no mercado imobiliário.

“Nas condições difíceis atuais, a coordenação próxima na política externa é especialmente exigida”, afirmou Putin, em suas declarações iniciais. “Então, em termos de relações bilaterais, estamos avançando de modo muito confiante”, acrescentou, citando que o comércio bilateral caminha para superar um recorde de US$ 200 bilhões neste ano. A China é um grande comprador de petróleo e gás da Rússia, o que dá a Moscou sustentação diante de sanções do Ocidente por causa da guerra na Ucrânia. Fonte: Associated Press.