Recife

Prefeito João Campos entrega terceira etapa do Parque das Graças e promove Arraial Junino no local; confira detalhes

Espaço público já utilizado por milhares de recifenses, o Parque das Graças ganhou, nesta quarta-feira, 21 de junho, ainda mais atrativos. O prefeito do Recife, João Campos, entregou a terceira etapa da obra que inclui área para cachorros (Parcão), mirante, áreas de convivência e contemplação do Rio Capibaribe, passarela, via compartilhada, arte urbana, iluminação, mobiliário urbano e melhorias no paisagismo e na drenagem.

Com 210 metros de extensão, o novo trecho começa na Rua Dom Sebastião Leme e vai até depois da Rua Doutor Osvaldo Salsa.

Leia também:
>>>No RECIFE, prefeito mais de 50 ATRAÇÕES vão se apresentar no primeiro fim de semana JUNINO da capital; confira programação

https://www.instagram.com/p/CtxTdehPGIG/

Para animar a vizinhança e os transeuntes, o local também ganhou um arraial com foco no público infantil e também com muito arrasta-pé. O arraial começou nesta quarta (21) e segue até o próximo sábado, 24 de junho (vide serviço).

“A gente entrega mais uma etapa, esta que é a terceira etapa do Parque das Graças. Esse é um grande equipamento público, o primeiro equipamento construído com ampla participação social, na margem do Rio Capibaribe. É o maior trecho do Parque Capibaribe e vai interligar a Ponte da Torre com a Ponte da Capunga, aproximadamente 1 km. O que lá atrás seria uma via exclusiva para carros, hoje é um espaço de contemplação, de convivência e de prática esportiva. É um parque linear, às margens do rio, traz os melhores conceitos de grandes cidades do mundo que trabalham pensando no meio ambiente e na mobilidade ativa. Daqui para o final do ano, a gente entrega a quarta etapa”, destacou João Campos no momento da entrega.

O Parque ganhou também uma estrutura física para o trabalho da Guarda Civil Municipal e que integra o Parque Capibaribe, sistema de parques integrados no Recife que se estenderá por 30 km do percurso do rio.

Além disso, totalmente dedicado aos amigos de quatro patas, o mais novo Parcão da cidade mede 160 m2 e oferece um espaço adequado para os cachorros se divertirem e fazerem exercícios.

Já os humanos podem curtir o novo mirante e os três espaços cobertos (pergolados), que abrem novas janelas para o rio, proporcionando belas paisagens e locais ideais para o convívio.

Assim como na segunda etapa, foram destacadas áreas para o replantio do mangue, equivalentes a 250 m2. A iluminação tem 17 postes com lâmpadas em LED, além de 16 luminárias RGB e 50 luminárias led nos pergolados.

As ruas Dom Sebastião Leme e Doutor Osvaldo Salsa também foram requalificadas nos trechos próximos ao parque, recebendo melhorias na drenagem, novo piso em blocos intertravados, áreas ajardinadas e elevação de nível.

O Parque das Graças também é adequado para bicicletas, patinetes e outras formas de mobilidade ativa. O novo trecho será compartilhado entre carros e pedestres, melhorando a conexão entre as vias perpendiculares e criando nova opção de mobilidade local para os moradores.

A velocidade máxima permitida será de 30 km, há separação física para garantir a segurança dos pedestres e os veículos circularão da Rua Doutor Osvaldo Salsa em direção à Rua Dom Sebastião Leme.

A estudante de nutrição Cristiane Trindade, 37 anos, moradora do bairro Graças, aprovou a terceira etapa do parque.

“Depois que foram inauguradas a primeira e a segunda etapas, já comecei a vir pra cá. Estou amando, tudo está maravilhoso e perfeito, valorizou demais o bairro e a estrutura está linda. Costumo vir quase todos os dias. Geralmente, venho com a minha amiga, meu filho e o filho dela. Eles andam de bicicleta e aqui também tem parquinho. Então, eles aproveitam bastante”, comentou ela.

A Guarda Civil Municipal do Recife (GCMR) está com uma estrutura física montada no Parque das Graças, com 6m x 25m, ao lado dos brinquedos da primeira etapa. O espaço serve de apoio para seis agentes de segurança da Guarda Municipal por turno. A GCMR atua em regime de plantão 24h, em toda a extensão do parque.

Arraial das Graças integra Recife Junino

A entrega da nova etapa do Parque das Graças chegou com mais novidades no bairro. A partir desta quarta, o local também ganhou um arraial especial que vai animar os transeuntes até às 20h desta quarta; de 17h às 21h na quinta (22) e sexta (23); enquanto no sábado (24), as atrações se apresentam entre 15h30 e 21h para fazer a festa da vizinhança no melhor clima do Recife Junino. As apresentações focam nos pequenos, mas também tem muito forró para os adultos.

Arte

Adicionando um toque artístico ao novo trecho do Parque das Graças, o programa Colorindo o Recife trouxe o encanto de oito belos painéis de arte urbana. Inspirados pelo projeto Parque Capibaribe, que utiliza o próprio rio como elemento central para transformar a cidade, os artistas Arem, França, Guto Barros, Leloboy, Marquinhos ATG, Manoel Quitério e Véio Art deram vida a essa visão. As obras materializam os princípios de um projeto sensível à natureza, à experiência e às pessoas, transformando os muros do parque em um ambiente contemplativo, repleto de cores, criatividade e inspiração.

Etapas

A concepção do projeto executivo do Parque das Graças é fruto do diálogo com os moradores da área e especialistas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e tem o objetivo reconectar a população com o rio. Entregue no final de 2021, a primeira parte do parque oferece à população amplos passeios públicos, playgrounds, áreas para piquenique, tirolesa, bancos e paisagismo. A segunda etapa foi concluída em dezembro e inclui mirante, espaços de convivência, passarela, via compartilhada entre pedestres e ciclistas, mobiliário urbano, paisagismo e melhorias na drenagem. O projeto completo inclui a área entre as pontes da Torre e da Capunga e deverá ser finalizado até o final do ano.

Parque Capibaribe

O Parque Capibaribe prevê um sistema de parques integrados ao longo das duas margens do Rio Capibaribe, no Recife, totalizando 30 km. O projeto revoluciona a forma como as pessoas vivem a cidade ao conectá-las novamente com as águas do rio, resgatando a bacia hidrográfica como espinha dorsal da cidade. O Projeto Parque Capibaribe é alinhado ao Plano Recife 500 Anos, projeto de desenvolvimento de longo prazo da capital pernambucana, que é executado pela Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES) e integrado pelo Projeto CITInova – Planejamento Integrado e Tecnologias para Cidades Sustentáveis, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife