Imagens intrigantes ganharam as redes sociais nesta última semana no Distrito Federal: pontos de luz sobrevoaram de forma rápida o Congresso Nacional durante a noite de segunda-feira, 14 de agosto.

As luzes foram captadas passando também pelo céu da Esplanada dos Ministérios e desapareceram em seguida (veja vídeo acima). A Polícia Federal afirmou que “não detalha eventuais métodos e técnicas de investigação”.

No entanto, a PF respondeu que vai enviar as imagens para análise.

O Comando da Aeronáutica disse que “não realiza estudos e análises acerca do tema, apenas cataloga as informações prestadas por terceiros e as remete, periodicamente, ao Arquivo Nacional”.

Já o Detran-DF informou que não sobrevoou a região nos dias 13, 14, 15 e 16 de agosto passado.

O vídeo foi gravado por volta das 20h30 e enviado para o engenheiro de eletrônica e computação da Petrobras Rony Vernet, que postou em suas redes sociais há cinco dias. As imagens alcançaram mais de 200 mil pessoas na rede social X (antigo Twitter).

Vernet é pesquisador de Fenômenos Anômalos Não Identificados, conhecidos pela sigla em inglês UAP (Unidentified Anomalous Phenomena). Ou seja, ele estuda fenômenos que não podem ser explicados imediatamente, como é o caso do vídeo acima.

Em suas redes sociais, Vernet afirma que acredita que são “pássaros luminosos dourados”.

“A única explicação mundana seria pássaros brancos refletindo a luminosidade da cidade. No entanto, nunca vi algo assim no Brasil, apenas no hemisfério norte com pássaros como os gansos da neve canadenses”, diz o engenheiro.

Segundo o Vernet, as testemunhas disseram que começaram a filmar, pois viram o brilho a olho nu. O vídeo foi feito usando um celular de última geração.

Por ainda não terem sido explicados ou definidos, os objetos registrados na segunda-feira (14), em Brasília, continuam na classificação de óvnis, ou seja, objetos voadores não identificados, segundo Thiago Ticchetti, ufólogo e presidente da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU).

“Óvni é tudo aquilo que voa e não sabemos o que é. Pode ser desde um avião, pássaros e até mesmo um veículo extraterrestre. Se conseguimos identificar, deixa de ser um OVNI”, diz o ufólogo.

O pesquisador, que analisou as imagens dos objetos sobrevoando o Congresso Nacional, acredita que sejam drones.

“Eu creio que sejam drones, uma vez que na Esplanada houve nos dias 15 e 16 de agosto a Marcha das Margaridas”, aponta Ticcheti.

Sobre a teoria de Vernet, o ufólogo descarta, já que os pássaros brilhantes dourados são um fenômeno muito raro e a movimentação é semelhante a de drones.

“Para ser um pássaro e brilhar daquela forma, ele deveria estar mais próximo às luzes da rua”, diz Thiago Ticchetti.