Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Charbel Maroun, candidato a deputado federal pelo partido NOVO em Pernambuco, criticou  a candidatura do ex-presidente Lula (PT) na disputa ao Governo Federal em entrevista ao programa ‘Papo Café’. Em seu argumento “a estratégia do PT é desestabilizar o país. O PT está buscando desestabilizar as eleições. Eles querem manter o ‘ser’ Lula, a divindade Lula viva o máximo que eles podem. O PT é um partido que morreu, acabou, o que existe é Lula”, pontuou.  

Charbel foi responsável pela primeira ação enviada ao TSE, rejeitada pelo ministro Edmar Gonzaga, para barrar a candidatura de Lula antes mesmo do registro feito pelo PT no último dia 15 de agosto. Em tese Lula estaria inelegível pela lei da Ficha Limpa. O relator responsável pela candidatura do ex-presidente é o ministro Luís Roberto Barroso.  

A regra estabelece que candidatos, partidos, coligações, Ministério Público ou qualquer outro cidadão em dia com a justiça eleitoral,  podem contestar as candidaturas em até cinco dias após a publicação feita pelo TSE. Em apenas um dia após a candidatura do petista, foram registradas 7 ações, entre elas, a do também candidato à presidência, Jair Bolsonaro pelo PSL. Após o registro feito pelo PT, Lula diz em carta lida pelo seu vice Fernando Haddad que: “com meu nome aprovado na convenção, a Lei Eleitoral garante que só não serei candidato se eu morrer, renunciar ou for arrancado pelo Justiça Eleitoral. Não pretendo morrer, não cogito renunciar e vou brigar pelo meu registro até o final.Não quero favor, quero Justiça”.

Charbel Maroun (NOVO) em entrevista no 'Papo Café' Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Charbel Maroun (NOVO) em entrevista no ‘Papo Café’ . Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Por outro lado, Charbel Maroun, defendeu João Amôedo (NOVO), candidato a presidente da República pelo mesmo partido que o procurador. Amôedo declarou à Justiça Eleitoral R$ 425 milhões em bens. “A população brasileira está sabendo reconhecer as pessoas que têm sucesso na vida. a grande massa quer descobrir como esse cara fez isso.Gerou um choque porque ele nunca foi político”, declarou Charbel. O candidato à presidência pelo partido Novo, é o candidato ao Palácio do Planalto mais rico dos treze  com pedido de registro de candidatura formalizados na Justiça Eleitoral.

Sobre as propostas do partido, o postulante à câmara federal, explicou que o diferencial do NOVO é cortar privilégios que são oferecidos aos parlamentares, “o partido novo tem 4 vereadores que elegeu pelo Brasil em 2016. Só os quatro economizam cerca de R$ 4 milhões aos cofres públicos de seus municípios”. Segundo ele, outra bandeira levantada pela legenda é a desestatização das empresas públicas, “o novo é a favor de privatizar todas. Estatal nunca serviu aos brasileiros. A Petrobras nunca trouxe nada para população”, enfatizou.  

Charbel Maroun (NOVO) acompanhado de sua esposa e filho. Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Charbel Maroun (NOVO) acompanhado de sua esposa e filho. Foto: Beto Dantas/ Portal de Prefeitura

Charbel Maroun participou do programa ‘Papo Café’ realizado por este site, na última quinta-feira (16), ao vivo pelo Facebook. O candidato estava acompanhado de sua família, que por alguns segundos participaram da live em um momento de descontração, convidados pelo próprio candidato.  

Você pode assistir a entrevista completa com o candidato a deputado federal Charbel Maroun clicando aqui. O ‘Papo Café’ é veiculado todas as segundas-feiras a partir das 20:00h na página no Facebook do Portal de Prefeitura.