O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) concluiu, nesta segunda-feira, 21 de agosto, a previsão do tempo para as próximas duas semanas.

Na primeira, entre os dias 21 e 28 de agosto de 2023, os maiores acumulados são previstos no noroeste do País, além de áreas do leste da Região Sudeste.

Já na maior parte do País, principalmente, em áreas centrais e interior da Região Nordeste, há previsão de predomínio de altas temperaturas, tempo seco e baixa umidade em praticamente toda a semana.

Confira, a seguir, a previsão do tempo do Inmet detalhada para cada região do Brasil nas próximas duas semanas.

Previsão para a 1ª semana (21/08/2023 a 28/08/2023):

Região Norte: são previstos volumes de chuva maiores que 30 milímetros (mm) no noroeste do Amazonas, devido ao calor e alta umidade. Nas demais áreas, como no Pará, Amapá e Tocantins haverá predomínio de tempo seco e sem chuvas.

Região Nordeste: há previsão de tempo seco e sem chuvas, além de baixos valores de umidade relativa, principalmente, em áreas do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e interior da região. No entanto, no início da semana, podem ocorrer baixos acumulados de chuva no litoral sul da Bahia.

Centro-Oeste: a persistência de uma massa de ar quente e seco deixará o tempo estável e sem chuvas em praticamente toda a região. Além disso, poderão ser registrados baixos valores de umidade relativa do ar, chegando a valores inferiores a 20%, principalmente, entre os estados de Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal.

Sudeste: o tempo também ficará seco e sem chuvas, principalmente, em áreas do oeste de São Paulo, Triângulo Mineiro e norte de Minas Gerais. Ainda no norte de Minas, podem ser registrados baixos valores de umidade relativa do ar, inferiores a 30%.

Já em áreas do Rio de Janeiro, Espírito Santo e leste de Minas Gerais, no início da semana, podem ocorrer volumes de chuva maiores que 30 mm, devido a um sistema de baixa pressão.

Região Sul: a atuação de uma frente fria sobre o oceano, no início da semana, intensificará áreas de instabilidade que causarão acumulados de chuva que podem ultrapassar 10 mm no Rio Grande do Sul e leste de Santa Catarina.

Já no oeste da região, principalmente no Paraná, há previsão de tempo seco e sem chuvas em grande parte da semana.

Leia mais:
>>> INMET divulga ALERTA DE TEMPESTADE com ventos DE ATÉ 60 KM/H; CONFIRA ÁREAS AFETADAS

Na segunda semana, entre os dias 29 de agosto e 5 de setembro de 2023. De acordo com o modelo de previsão numérica, a semana poderá apresentar grandes acumulados de chuva maiores que 80 milímetros (mm) em grande parte da Região Sul. Em áreas do noroeste do País e costa leste da Região Nordeste, os volumes de chuva serão inferiores a 50 mm.

Já em áreas centrais das Regiões Sudeste e Centro-Oeste, há previsão de tempo seco e sem chuva ao longo da semana. Nas demais regiões do Brasil, podem ocorrer chuvas pontuais e baixos volumes que não devem ultrapassar 20 mm.

Previsão para a 2ª semana (29/08/2023 a 05/09/2023):

Região Norte: são previstos acumulados de chuva que podem ultrapassar 30 mm no noroeste do Amazonas, oeste do Acre e extremo norte de Roraima. Nas demais áreas da região, podem ocorrer baixos volumes de chuva, inferiores a 20 mm.

Região Nordeste: são previstos baixos acumulados de chuva, menores que 20 mm em grande parte da região, incluindo áreas do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Já na costa leste, há previsão de acumulados que podem ser maiores que 20 mm.

Regiões Centro-Oeste e Sudeste: há previsão de tempo seco em praticamente toda a semana, principalmente, em áreas centrais. Nas demais áreas, podem ocorrer chuvas pontuais e baixos volumes, inferiores a 20 mm.

Região Sul: há previsão de acumulados de chuva significativos e maiores que 50 mm em grande parte da região. Em áreas centrais, esses valores podem ultrapassar 90 mm. Já em áreas do extremo sul do Rio Grande do Sul, os volumes podem ser inferiores a 20 mm.

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)