As reclamações do Fluminense durante e depois do empate com o Corinthians, na noite desta quinta-feira, podem gerar consequências para o clube carioca no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Alvo das críticas, o árbitro Paulo César Zanovelli registrou na súmula as ocorrências, com destaque para supostas ofensas do volante Felipe Melo.

Leia também:
>>>“Vimos pessoas que roubaram e hoje estão presidindo o Brasil”, diz Felipe Melo sobre manipulação de apostas

Após a partida, o jogador do Flu ironizou a atuação da arbitragem ao compartilhar uma postagem na rede social X (novo nome do Twitter) que questionava um pênalti não marcado a favor do tricolor carioca.

Continua após a publicidade:

Antes da expulsão do volante, Zanovelli já havia expulsado Thiago Santos, também no banco de reservas do Fluminense, por reclamar de penalidade não marcada a favor dos cariocas.

O momento de maior exaltação ocorreu na etapa final, quando Felipe Melo recebeu o segundo cartão amarelo no banco de reservas, depois de ter sido substituído, e foi expulso por reclamar de falta marcada a favor do adversário.

Revoltado, ele invadiu o gramado, correu em direção ao árbitro e o encarou Zanovelli entes de deixar o campo xingando.

Na súmula da partida, o juiz explicou que expulsou o volante pela maneira acintosa que reclamou da arbitragem.

Zanovelli também relatou que o jogador agiu de maneira “agressiva e desrespeitosa” ao receber o segundo amarelo, e foi chamado de “safado” após ser expulso.

Continua após a publicidade:

“Informo que após o referido jogador receber o segundo cartão amarelo e consequentemente o cartão vermelho, veio correndo em minha direção de forma agressiva e desrespeitosa colocando seu rosto próximo ao meu, proferindo as seguintes palavras: ‘Você vai me expulsar, seu sem vergonha'”, escreveu o árbitro no documento enviado à CBF.

 

“Relato ainda que, o atleta expulso, retornou invadindo o campo de jogo em minha direção continuando com as ofensas e agora com as seguintes palavras: ‘Não estou preocupado se vou tomar dez jogos de suspensão, safado, safado eu não reclamei’, precisando ser contido por alguns companheiros de sua equipe”.

O empate fez o Fluminense cair para a 9ª colocação do Brasileiro, com 42 pontos, e se distanciar do G-6. O time carioca está na final da Copa Libertadores e enfrenta o Boca Juniors, no Maracanã, no dia 4 de novembro.

Além da possibilidade do título inédito, os cariocas garantem a vaga na próxima edição do torneio sem a necessidade de ficar entre os seis primeiros do campeonato nacional.