Recém-empossado como arcebispo de Olinda e Recife, Dom Paulo Jackson recebeu as boas-vindas da Alepe, na última segunda 23 de outubro.

Em sessão solene realizada no Auditório Sérgio Guerra, o novo líder foi saudado por parlamentares, fiéis, seminaristas e admiradores do trabalho pastoral que vem desenvolvendo desde agosto à frente da Igreja Católica no Estado.

Leia Também:
>>>DIEGO SOUZA recebe TÍTULO DE CIDADÃO PERNAMBUCANO na ALEPE

“Damos boas-vindas a dom Paulo e, como a Casa do Povo Pernambucano, a Alepe está à disposição para ajudá-lo a promover os trabalhos sociais que ele tão bem abraçou desde a chegada à Arquidiocese de Olinda e Recife”, disse o deputado Coronel Alberto Feitosa (PL), autor do requerimento que deu origem à homenagem.

Já o deputado Eriberto Filho (PSB), que presidiu a solenidade, destacou que o religioso tem “contribuído para a promoção dos direitos humanos e bem-estar da população marginalizada” e desejou “sucesso em sua nova missão em favor da comunidade pernambucana”.

“Obrigado pelas boas-vindas. E aproveito esse momento para dizer que assumir a Arquidiocese de Olinda e Recife não é motivo de honraria para mim. Pelo contrário, é um serviço de entrega, como sempre foi minha existência dentro da Igreja Católica”, disse o homenageado.

Estiveram presentes à cerimônia o deputado Sileno Guedes (PSB); o fundador e presidente do Movimento Pró-Vida, Márcio Borba; o pároco da Paróquia de São José, padre David Melo; o diretor do Seminário da Arquidiocese de Olinda e Recife, padre Bosco Costa Lima; o procurador do Ministério Público de Pernambuco, Marco Aurélio Farias da Silva e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Edvaldo Batista da Silva.

Biografia

Natural da cidade de São José de Espinharas (PB), dom Paulo tem 54 anos e, antes de assumir o arcebispado de Olinda e Recife, era bispo de Garanhuns, no Agreste Meridional.

Com mais de 30 anos de sacerdócio, em abril deste ano, assumiu o cargo de segundo vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

No último dia 5 de setembro, recebeu o título de cidadão pernambucano da Alepe, na cidade de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul.

A honraria foi entregue pelo deputado Joaquim Lira (PV) e foi feita por meio da Resolução nº 1665, de 11 de março de 2020, de autoria do ex-deputado Sivaldo Albino