Foto: Wesley D’Almeida

O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC), anunciou nesta segunda-feira (06)  sua migração para a bancada de oposição. O deputado estava ao lado do governo socialista há 6 anos.

“Ocorre que ultrapassado três meses do início do mandato, tenho a triste constatação de que o governo do estado faz ouvidos moucos para o legislativo estadual, nutrindo uma relação fria, desatenciosa e insolidária com a base aliada”, disse o parlamentar.

O líder da oposição, Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB),  argumentou durante entrevista coletiva que a decisão do deputado Wanderson Florêncio de compor à bancada de oposição, “define exatamente não apenas o sentimento da bancada, não apenas do que acontece na Assembleia Legislativa, mas do que acontece no Recife e em Pernambuco. As pessoas querem mudança”, destacou.

O líder também fez críticas ao uso da gestão da prefeitura do Recife para fazer campanha política, “a prefeitura é hoje um campo de eleição antecipada. Hoje existe um comitê eleitoral dentro da Prefeitura”, se referindo a provável candidatura de João Campos (PSB).

Com a chegada de Wanderson, a bancada de oposição na Alepe passa para um total de 13 deputados estaduais.