Em São Paulo, 50 mil presos em regime semiaberto deixaram as prisões nesta terça-feira, 11 de junho, devido a “Saidinha de Santo Antônio”.

Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular.

De acordo com o jornal O Globo, os presos beneficiados incluem criminosos famosos como:

Continua após a publicidade:

  • Cristian Cravinhos, que tem envolvimento no caso do assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen.
  • Lindemberg Alves, condenado a 39 anos de prisão por matar a ex-namorada Eloá Pimentel em 2008.
  • E o ex-seminarista Gil Rugai, condenado pela morte do pai e da madrasta.

POR QUE OS PRESOS ESTÃO DE SAIDINHA?

Os detentos recebem a “saidinha” por causa da festa de Santo Antônio.

Os detentos recebem liberação antes do Dia dos Namorados e devem retornar às penitenciárias na próxima segunda-feira (17), uma semana depois.

Durante esse período, o sistema impõe certas restrições, como obrigar os detentos a permanecer em casa das 20h às 6h e proibir que frequentem festas, inclusive as dedicadas a Santo Antônio.

No entanto, considera-se quase impossível fiscalizar essas regras.

Esta é a segunda “saidinha” concedida no estado de São Paulo este ano.

Continua após a publicidade:

Embora o Congresso Nacional tenha aprovado uma nova lei que cancela esse benefício, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu mantê-lo com base na Portaria 2/2019, argumentando que ainda não houve alteração na portaria do Departamento Estadual de Execução Criminal (Deecrim).