Para atender os atingidos pela catástrofe socioclimática no Rio Grande do Sul , 197 cozinhas comunitárias produzem refeições diariamente, todas elas terão gás de cozinha garantido durante 90 dias.

Essa garantia foi dada, na terça-feira, 14 de maio, pelo presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo – Sindigás, Sérgio Bandeira de Mello aos ministros Márcio Macêdo, da Secretaria-Geral e Alexandre Silveira, de Minas e Energia e ao presidente da Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, Edegar Pretto.

O anúncio foi feito em reunião no Palácio do Planalto em Brasília – DF. A entrega será feita pelas distribuidoras de gás do Rio Grande do Sul seguindo uma lista com o CNPJ e endereço de cada unidade que esteja produzindo refeições para a população atingida pelas enchentes.

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo fez questão de agradecer aos distribuidores de gás pelo atendimento ao pedido.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira destacou a importância da ação em conjunto com empresários para a reconstrução do estado do Rio Grande do Sul.

A expectativa é que sejam entregues, no período, pelo menos 9 mil botijões de gás para a produção de refeições pelas cozinhas comunitárias em todo o estado do Rio Grande do Sul.

GOV