Entre outubro de 2023, depois dos ataques do Hamas em Israel, e maio de 2024, o Brasil viu um aumento enorme no antissemitismo, com sete vezes mais casos comparado ao mesmo período do ano anterior.

Continua após a publicidade:

Os dados do ano passado estão no segundo Relatório de Antissemitismo no Brasil, uma nova e organizada fonte de denúncias desse tipo no país. Esse relatório foi feito pela Confederação Israelita do Brasil (CONIB), junto com a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) e o Departamento de Segurança Comunitária (DSC).

📲 Entre em nosso grupo do Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Essas entidades acompanham de perto a crescente intolerância contra judeus no Brasil e fornecem informações mensalmente.

Em 2024, de janeiro a maio, foram registrados 886 casos, quase seis vezes mais do que no mesmo período do ano anterior.

O relatório mostra que o aumento nos casos de antissemitismo começou em 7 de outubro de 2023 e ficou ainda pior sempre que as tensões entre Israel e o Hamas aumentaram.

De 1º de outubro a 31 de dezembro do ano passado, foram registradas 1.119 denúncias, quase 800% a mais que as 125 denúncias do mesmo período em 2022. Em novembro de 2023, houve uma média de 18 denúncias por dia, 18 vezes mais do que a média de 2022.

Com informações do Gospel prime.

Continua após a publicidade: