Um carro desgovernado avançou sobre um desfile de carnaval, na noite desta sexta-feira, 9, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na região central de Minas Gerais.

Ao menos 30 pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. Os foliões agrediram e tentaram linchar o motorista do veículo.

A Polícia Militar evitou o linchamento, mas deteve o condutor ao verificar que ele apresentava sinais de embriaguês.

O acidente aconteceu no momento em que o bloco Makako Loko desfilava na Avenida Central, no bairro Fonte do Mato, na cidade de 12 mil habitantes.

O carro, um Fiat Palio, surgiu desgovernado pela avenida e atingiu os integrantes do bloco. Muitas pessoas caíram com o impacto do veículo.

Revoltadas, algumas pessoas retiraram o motorista do carro e passaram a espancá-lo. Ele foi salvo com a chegada da PM.

Erro de desnormalização

O Corpo de Bombeiros e equipes da Defesa Civil prestaram os primeiros socorros e encaminharam os feridos para unidades de saúde da cidade e hospitais da região.

Os dois pacientes em estado grave foram estabilizados e transferidos para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, capital do estado.

Outros dois feridos deram entrada no Hospital Pronto Socorro de Itabira, cidade vizinha. Após o acidente, o desfile foi cancelado.

Na manhã deste sábado, 10, três vítimas continuavam internadas, em estado de moderado a grave, segundo a Secretaria de Saúde do município.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista causador do acidente foi submetido ao teste e apresentou quase três vezes mais álcool no sangue do que o máximo tolerado.

O condutor, que não teve a identidade divulgada, foi colocado à disposição da Justiça e passará por audiência de custódia no plantão judiciário, neste domingo.

Em nota, a prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo lamentou o acidente, com grande número de feridos, no momento em que os hospitais da região estão lotados devido aos surtos de dengue no estado.