Continua após a publicidade:

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse na manhã da terça-feira, 18 de junho, em entrevista à Rádio CBN, que a economia do país está indo muito bem e vai fechar o ano com bons resultados. Contudo, afirmou que há uma coisa desajustada no Brasil: “o comportamento do Banco Central”.

Segundo Lula, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, não demonstra “nenhuma capacidade de autonomia, tem lado político e trabalha muito mais para prejudicar do que para ajudar o país”.

Continua após a publicidade:

📲 Entre em nosso canal de transmissão no TELEGRAM e fique por dentro das últimas notícias sobre POLÍTICA, FUTEBOL, CONCURSOS e RELIGIÃO em um só lugar.

Na avaliação de Lula, não há explicação para a taxa de juros estar no nível que está. Foi ainda na terça-feira, quando o Comitê de Política Monetária (Copom) iniciou a primeira etapa da reunião que pode colocar um ponto final no ciclo de cortes da taxa básica de juros, a Selic, com perspectiva de mantê-la a 10,50%, Lula criticou:

Continua após a publicidade:

Na entrevista, Lula disse que os defensores dessa taxa Selic ficam “inventando discursos de inflação no futuro”, enquanto é preciso trabalhar em cima do real:

Estadão Conteúdo