O apresentador William Bonner teria solicitado seu retorno ao Rio de Janeiro, onde fica a sede da Rede Globo, após ter sido hostilizado pelos gaúchos durante a cobertura das fortes chuvas no estado, segundo colunista Alessandro Lo-Bianco do IG.

O colunista relatou que Bonner comunicou à direção de jornalismo que não aceitaria mais se expor a hostilidades e riscos à sua integridade.

Além disso, Bonner teria exigido segurança para si e para os jornalistas da Globo que reportam a situação climática adversa no Rio Grande do Sul, demanda que foi atendida pela empresa na última quinta-feira (9).

A emissora expressa preocupação com a possibilidade de as manifestações escalarem para agressões físicas.

Por essa razão, Bonner tem evitado fazer transmissões externas para o Jornal Nacional. Em recentes edições, ele apresentou o programa de locais seguros, como o interior de um navio e as instalações de uma universidade em Porto Alegre.

A Rede Globo divulgou uma nota negando as informações. Confira abaixo:

O Sul vive um momento de calamidade e a cobertura da Globo no local segue a mais de uma semana, com total apoio da RBS, afiliada na região. Todos os nossos profissionais enviados ao Rio Grande do Sul trabalham incansavelmente em busca de levar a melhor e mais completa informação para todo o público brasileiro e seguiremos comprometidos com esse objetivo

Lo-Bianco respondeu o documento e diz “reforçar a veracidade das suas apurações, ressaltando seu único compromisso com o público leitor”.