Aliado próximo de Jair Bolsonaro (PL), o pastor Silas Malafaia, um dos organizadores do ato em apoio ao ex-presidente, previsto para este domingo, 25 de fevereiro, na Avenida Paulista, em São Paulo, afirmou na sexta-feira (23) que a manifestação não será direcionada a ataques contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

No entanto, Malafaia optou por não comprometer o conteúdo das declarações dos participantes do evento.

Ele enfatizou durante uma entrevista ao Metrópoles, o fato de que “cada um tem seu estilo e cada um será responsável pelo que falar”.

O Malafaia também afirmou que não tem a intenção de atacar o ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Questionado sobre como ele irá comprovar a “inocência” de Bolsonaro e a “perseguição” contra o ex-presidente, o pastor optou por não adiantar detalhes e assegurou que irá apresentar evidências, segundo ele, é necessário aguardar o evento.