Continua após a publicidade:

O presidente Lula cometeu uma gafe durante a conferência nacional pelos direitos das crianças e dos adolescente. Na ocasião o petista disse que 12,3 milhões de crianças morreram bombardeadas, em Gaza, na guerra entre Israel e Hamas.

Após chamar de uma “guerra insana contra a humanidade”, Lula pediu para que as pessoas levantassem as mãos para um homenagem.

Continua após a publicidade:

Em seguida, o presidente proferiu a polemica frase.

O problema é que o Ministério da Saúde da Palestina, que é controlado pelo Hamas, grupo que agradeceu a Lula por comparar a ação de Israel em Gaza com o Holocausto, divulgou ainda em fevereiro, através de nota, que o número de palestinos mortos por Israel era de 30.035 mil, sendo que, na verdade, 12.400 eram crianças.

Continua após a publicidade:

RELEMBRE O ACONTECIDO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou as ações de Israel na Faixa de Gaza como genocídio e chacina. Lula comparou a situação ao extermínio de judeus pela Alemanha nazista de Adolf Hitler em entrevista a jornalistas nO domingo, 18 de fevereiro. Lula falou à imprensa em Adis Abeba, capital da Etiópia.