Continua após a publicidade:

O vice-prefeito de Bicas, em Minas Gerais, Tiago Henrique Queiroz de Souza, conhecido como Tiago Enfermeiro, teve seu mandato cassado pela Câmara Municipal de Bicas. Na noite de quinta-feira, 4 de julho, foram realizadas duas votações em comissões que investigavam o agora ex-vice-prefeito.

As investigações indicam o suposto envolvimento do político em práticas ilegais que teriam prejudicado o atendimento do Hospital São José de Bicas.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

A suspeita é que o ex-vice-prefeito tenha recebido uma indenização de mais de R$ 100 mil do hospital. Além disso, Tiago Enfermeiro foi acusado de abandonar a cidade desde meados de agosto do ano passado sem notificar o Legislativo, infringindo a lei.

Histórico de problemas do vice-prefeito com o hospital

Tiago Enfermeiro, que também trabalhava como enfermeiro no Hospital São José de Bicas, foi acusado de crimes como perseguição política contra duas funcionárias, que precisaram recorrer à Justiça Trabalhista para serem indenizadas.

Continua após a publicidade:

Além disso, há denúncias de recebimento de dinheiro via PIX destinado aos plantões médicos e de subtração de cartões de crédito, entre outras acusações.